Na camaradagem e na amizade se faz boa música

Na camaradagem e na amizade se faz boa música em Realengo.

O compositor e contrabaixista Fabio Gomes nos fala das alegrias e dificuldades de  uma banda do nosso bairro

Por Carlos Maia

 

Fábio Gomes

Fábio Gomes

      “Palmo Deu é samba funk made in Cohab de Realengo, feito com muito suor, pouquíssima grana, mas com muito amor!”  

 Fabio Gomes     

 

 

Realengo é um caldeirão cultural. Em nosso bairro temos artistas plásticos, atores, bailarinos, agitadores culturais e claro, uma enorme variedade musical. E por falar em música agora conheceremos uma banda nascida nos conjuntos da COHAB: Palmo Deu, através de um dos seus membros, o compositor e contrabaixista Fabio Gomes que nos recebeu em sua casa.

palmoDeu 03

Segundo Fabio o nome da banda faz referência a uma brincadeira infantil bem conhecida nos subúrbios cariocas: o jogo de bola de gude.   A formação de Palmo Deu conta com Fábio Gomes, Marcelo França, Jader Sideral, Eliseu Fiuza, Sandro Vieira, Vagner Lopes, Alexandre landy. Como eles são filhos de Realengo e o bairro viu o nascimento de Palmo Deu, os integrantes fazem questão que o lançamento do disco seja em Realengo: “Já tivemos oportunidade de fazer o show fora do bairro, mas não faria sentido devido a nossa história”,  nos conta Fabio que faz um trabalho incansável de divulgação dos trabalhos pela internet.

palmoDeu 02   As canções da banda, que falam do cotidiano e dos anseios comuns a todos nós, encantam o público e a banda faz sucesso por onde se apresenta. Apesar disso Fabio nos diz que Palmo Deu enfrenta as dificuldades inerentes a todos os artistas que não fazem parte do esquema da grande mídia – Os custos do CD foram divididos entre os próprios integrantes: “Todos chegaram juntos com uma grana, doando seu tempo, tudo na camaradagem, amizade,” afirma.

       Um dos obstáculos que a banda e todos os que vivem da música  encontram, segundo Fabio é o monopólio do funk e do pagode alimentado pelas casas de show da Zona Oeste em detrimento de outros estilos: “As pessoas absorvem o que escutam”.  Outra dificuldade é a desvalorização do músico, que recebe muito pouco pelo seu trabalho e não vê o retorno financeiro de todo o investimento que faz na carreira. Mas nada disso abala o Fabio que sempre transmite uma esperança, otimismo e garra.

Vejam aqui uma de suas obras.

        E as referências musicais de Fabio e sua galera? Carlos da Fé (Seria uma honra tê-lo no nosso show, diz Fabio),  Jorge Benjor, Hyldon, a banda Black Rio (formação original), Copa 7, Serginho Meriti, black music, Tim Maia.

         Quer conferir mais do Palmo Deu? Aguardemos o show que está previsto para acontecer no Espaço Cultural Arlindo Cruz ainda este ano. Quando a banda souber a data divulgaremos aqui. Vida longa ao Palmo Deu e a todas as manifestações musicais de Realengo!


Carlos Maia

Carlos Maia

Carlos Maia (colaborador do Jornal Realengo em pauta e do blog pro Realengo)

Jornalista, Ator, Bailarino, Cineasta( Roteirista e diretor dos documentários “Estação Realengo”, e “O Que Você Tem na Cabeça?”)

Morador da rua Frei Miguel no Lado Sul de Realengo.

visitem seu blog:  http://omundomaia.blogspot.com.br/

#realengo200anos real engo200

Gostou na notícia? compartilhe!

Sobre Realengo em Pauta

Um Jornal totalmente dedicado ao bairro de Realengo. Informando e dando espaço em suas paginas, para que seus moradores expressem suas opniões, encaminhem sugestões e abre espaço para que comerciantes e empresários divulguem seus produtos ou serviços e com isso alavancar o progresso do bairro, gerando emprego aos seus moradores e melhoria de renda.
Tags , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *