Inauguração Clínica Família Armando Palhares Aguinaga

A Secretaria Municipal de Saúde inaugurou na presença do Prefeito Eduardo Paes nesta terça-feira, dia 13 de agosto, a Clínica da Família Armando Palhares Aguinaga, em Realengo. A unidade é a 71ª da cidade, fica na Av. Santa Cruz, s/nº, e beneficiará 17,2 mil moradores da área. Com a abertura da clínica, a cobertura de saúde da família na região da AP 5.1, que engloba os bairros de Bangu, Realengo, Padre Miguel e adjacências, chega a 41%. Em 2008, a cobertura era de apenas 4,6%. Em toda a cidade, 41% dos cariocas são cobertos pela estratégia de saúde da família.

Esta é a 31ª Clínica da Família da Zona Oeste e recebeu investimentos de R$ 4 milhões. A unidade contará com cinco equipes de saúde da família. Cada equipe fará, em média, 400 consultas médicas por mês, totalizando duas mil consultas mensais, além dos demais procedimentos, serviços e consultas de enfermagem e dos agentes de saúde.

Mais de 50 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, cirurgiões-dentistas e auxiliares, trabalharão na unidade. No local, os pacientes vão passar por procedimentos ambulatoriais e consultas com médicos, equipe de enfermagem e agentes de saúde. Será possível, também, realizar exames laboratoriais, ultrassonografia, raios-x, eletrocardiograma, curativos, vacinação, planejamento familiar e teste do pezinho. A unidade contará ainda com acompanhamento de pré-natal e doenças crônicas e distribuição de medicamentos.

A clínica da família funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8 às 12h. A unidade terá consultórios, salas de saúde da mulher, de acolhimento mãe-bebê, saúde da criança, saúde bucal, observação clínica, procedimentos, hipertensão e diabetes, além de auditório, farmácia e almoxarifado.

Atendimento Seletivo nas UPA´s de Realengo.

 Deu no Blog Pró-Realengo

UPA Magalhaes Bastos – Jardim Novo

Atendimento Seletivo nas UPA´s de Realengo.

Parte superior do formulário

Rio 03/12/2012.

O blog Pró-Realengo tem  recebido diversas reclamações a respeito do atendimento das UPA. E com relação à do Jardim Novo que leva o nome de “Magalhães Bastos” localizada na Estrada Manoel Nogueira de Sá. Separamos estas duas reclamações que se observarmos bem tem relação uma com a outra… Parece que é feita uma triagem ou filtragem como disse a leitora, e num rápido atendimento um diagnostico é dado e liberado o paciente para que volte para casa, dizendo que não é nada grave?

UPA Magalhães Bastos – Jardim Novo.

Qual seria o critério para a avaliação dos pacientes?

Vejam duas reclamações com  menos de 15 dias uma da outra.

Em : 22/10/2012 14:26 nossa leitora Patrícia comentou no blog. : O UPA de Magalhaes precisa ser vistoriada os médicos estão se negando a atender os pacientes fiquei muito chateada, pois minha mãe é diabética e estava com a glicose 386 eu acho que vocês (sic: o blog) deveriam fiscalizar isso, pode ver que este UPA e o mais vazio pois eles já embarreiram os pacientes para não atende-los.

Em : 03/11/2012 11:22 nossa leitora Melinda comentou no blog. : Fui no dia de hoje, (03/11/2012) levar meu filho de treze anos com dor de cabeça forte e com febre alta, antes de sair de casa o mediquei com dipirona, chegando ao UPA do Jardim Novo com 37 e meio de febre, pois a dipirona estava fazendo seu efeito. A pressão foi aferida e constava 13/9. Simplesmente o enfermeiro que o atendeu disse que ele não tinha nada, que estava sem febre, mas no termômetro contava 37 e meio, graças ao meu remédio. E que só tinha um medico atendendo as pessoas que estavam internadas, e que não poderia me atender, nos dispensando a seguir. Voltei para casa com meu filho com a pressão alterada, temperatura alterada, dores. De cabeça, sem nenhum atendimento.

Espero que seu estado não piore, pois irei até os jornais denunciar esta falta de respeito com o cidadão que paga seus impostos em dia e não tem direito a ter um atendimento a um hospital com tanta referencia como diz nosso digníssimo prefeito Eduardo Paes. E encaminhei então para a Clinica  da Família que fica ao lado (sic:João Cribbin) e tive a mesma resposta da atendente, que não tinha medico para o atendimento, isso tudo ocorreu entre 08:00 e 09:00 da manha. Melhor fechar as portas!!!!!!

Aproveitamos para pedir as autoridades que informem melhor a população sobre  o processo seletivo para fazer parte do quadro de funcionários das firmas que contratam ou da Organização social (OS) que administra as UPA’s, pois são inúmeros os pedidos de informações e reclamações da dificuldade para trabalharem nas mesmas, pois mesmo tendo QP (Qualificação Profissional) para esta ou aquela profissão e ainda morando no próprio bairro deveriam ser levados em consideração. Sabemos de profissionais de outras Unidades,  que trabalham em bairros distantes??

www.pro-realengo.com.br

UPA Magalhães Bastos – Jardim Novo.

Qual seria o critério para a avaliação dos pacientes?

Vejam duas reclamações com  menos de 15 dias uma da outra.

 Em : 22/10/2012 14:26 nossa leitora Patrícia comentou no blog. : O UPA de Magalhaes precisa ser vistoriada os médicos estão se negando a atender os pacientes fiquei muito chateada, pois minha mãe é diabética e estava com a glicose 386 eu acho que vocês (sic: o blog) deveriam fiscalizar isso, pode ver que este UPA e o mais vazio pois eles já embarreiram os pacientes para não atende-los.

 Em : 03/11/2012 11:22 nossa leitora Melinda comentou no blog. : Fui no dia de hoje, (03/11/2012) levar meu filho de treze anos com dor de cabeça forte e com febre alta, antes de sair de casa o mediquei com dipirona, chegando ao UPA do Jardim Novo com 37 e meio de febre, pois a dipirona estava fazendo seu efeito. A pressão foi aferida e constava 13/9. Simplesmente o enfermeiro que o atendeu disse que ele não tinha nada, que estava sem febre, mas no termômetro contava 37 e meio, graças ao meu remédio. E que só tinha um medico atendendo as pessoas que estavam internadas, e que não poderia me atender, nos dispensando a seguir. Voltei para casa com meu filho com a pressão alterada, temperatura alterada, dores. De cabeça, sem nenhum atendimento.

   Coluna:  deu no blog…. por Luiz Fortes

Luiz Fortes morador da rua do Imperador, lado Sul - Criador e administrador do blog Pró-Realengo

Luiz Fortes morador da rua do Imperador, lado Sul – Criador e administrador do blog Pró-Realengo

 

 

 

 

 

Está postagem foi oferecida por

 

O POVO E A MÍDIA

O POVO E A MÍDIA

O ano de 2011 começou com novidades no oriente médio. Mas precisamente no Egito onde uma combinação na dose certa. Um povo oprimido a décadas e uma mídia renovada utilizando a plataforma das redes sociais pois fim a ditadura de 30 anos de Mubarak. Não vamos esquecer que foi preciso ao POVO sair de sua inércia e ir para ruas, mas para isso existiu um movimento da MÍDIA bem articulado para convencer a esse POVO a tomar as praças e até a perder vida para mudar um regime que há 30 anos lhe oprimia.

Também aqui no Brasil, no Rio de Janeiro, na Cidade Maravilhosa e precisamente em Realengo temos novidades. Um jornal que irá ajudar as famílias residentes no bairro a perceber que muita coisa pode ser diferente. Mas não mudará apenas porque temos um jornal, pois também lá no Egito o regime não cairia só pela Mídia pelas redes sociais. O povo teve que ir às praças. Aqui também podemos ir às praças e veremos que muitas estão mal cuidadas. Veremos placas de obras que não perguntaram a nós moradores se eram tão necessárias. Veremos ainda faixas de vários políticos agradecendo a eles mesmo por obras que o dinheiro de impostos que pagamos e que a prefeitura faz em retribuição a quanto que pagamos e olha que o impostômetro anda subindo cada vez mais. Ano que vem teremos eleição para prefeito e vereador e você sabe em quem votou pela ultima vez para vereador, prefeito? Sabe quem foi o vereador que criou a taxa de iluminação que onerou a nossa conta de luz. Votaria nele para lhe representar na próxima eleição?

O Realengo em Pauta será parceiro do povo que quiser mudar o lugar que moramos. Mas para isso os moradores do bairro devem sair da inércia e começar a lutar para melhorias no saneamento do bairro, nos transportes, nas ruas, nos acesso para pessoas com necessidades especiais. Nós vamos mostrar as diferenças entre a cidade da zona sul e da zona oeste. Suburbanos com orgulho sim, mas com muitas carências que cabe ao poder público melhorar e nunca… Nunca… Nunca ser feudo de ninguém. Queremos Ética e Cidadania para Realengo.  Queremos participar dos projetos que são destinados ao nosso bairro. Queremos sim melhorias para Realengo de Norte a Sul. Para Jardim Batan, Jardim Novo, Parque Centenário, Capitão Teixeira, Barata, Av. Santa Cruz, Estrada da Água Branca e Fumacê.

Marcelo Queiroz – Morador do Parque Real – Lado Sul